Voltar para o topo

Você sabia que o coração de um adulto bate, em média, 100 mil vezes por dia? Isso significa que, aproximadamente, 7 mil litros de sangue são bombeados a cada 24h! 


Esse órgão é responsável por, dentre várias outras funções, abastecer cada parte do corpo com os suprimentos necessários para manter o organismo funcionando e por descartar aquilo que não vai te fazer bem.1

Para isso, há todo um sistema inteligente por trás. Se você está em repouso, por exemplo, não é necessário tanto oxigênio circulando. Então, o coração passa a bombear o sangue mais lentamente. Já quando há uma prática de atividade física ou uma emoção muito forte, aí esse pequeno músculo passa a bater mais rápido para fornecer às células a maior quantidade de nutrientes e oxigênio que elas precisam.1

Mas o que será que acontece quando esse órgão tão vital passa a não funcionar corretamente? É isso que vamos te contar aqui. Continue lendo para conferir!

Sabe todo aquele sangue que o coração de um adulto bombeia diariamente? Quem é diagnosticado com insuficiência cardíaca não consegue fazer isso da melhor maneira. Isso porque ou o órgão tem algum problema para contrair ou para relaxar a musculatura.2

E essa é uma das principais causas de mortalidade em todo o mundo. Não à toa, a insuficiência cardíaca pede um acompanhamento especial junto aos cardiologistas. E é aí que está um dos desafios.3

Muitos dos sintomas dessa condição podem ser facilmente confundidos com outros problemas de saúde - alguns que nem possuem relação com questões cardiovasculares. Como resultado, diversos pacientes demoram a procurar o especialista, o que torna a jornada do diagnóstico bem mais longa.

Os principais sintomas dessa doença são:


Os sintomas da insuficiência cardíaca, apesar de variarem de pessoa para pessoa, são iguais independentemente do tipo que seja diagnosticado - e são três as classificações possíveis:4

Insuficiência Cardíaca com Fração de Ejeção Reduzida (ICFER): quando o órgão não contrai da maneira correta e o exame ecocardiograma mostra que o bombeamento de sangue (também chamado de "ejeção") está em menos de 40%;2

Insuficiência Cardíaca com Fração de Ejeção Levemente Reduzida (ICFELR): tem a mesma característica do caso anterior, mas, nessa classificação, a ejeção está entre 41% e 49%;2

Insuficiência Cardíaca com Fração de Ejeção Preservada (ICFEP): aqui, os músculos contraem corretamente, mas têm dificuldade para relaxar. O resultado é que o bombeamento fica em mais de 50% acima da média.2

Essa última, a ICFEP, costuma estar diretamente relacionada a outros diagnósticos. Vamos falar sobre isso!4

Se a pessoa tem mais de 55 anos, é importante ter um olhar ainda mais atento para a insuficiência cardíaca. Isso porque, a partir dessa faixa etária, a incidência da condição é de 30%. Para se ter uma ideia, em pessoas mais jovens, a média fica entre 1% e 2%.2,4

Mas não é só a idade que é considerada um fator de risco. Quando se trata da ICFEP, o principal alerta é já ter recebido o diagnóstico de alguma dessas doenças:4

  • Hipertensão arterial;4

  • Apneia obstrutiva do sono;4

  • Doença arterial coronariana;4

  • Diabetes;4

  • Doença renal crônica;4

  • Obesidade;4

  • Fibrilação atrial (um tipo de arritmia cardíaca);4

  • Anemia;4

  • Doença pulmonar obstrutiva crônica.4

Por isso, é importante cuidar da saúde como um todo e manter o acompanhamento médico em dia. Até porque, algumas dessas enfermidades, como a obesidade e a hipertensão arterial, podem não só aumentar o risco da insuficiência cardíaca, mas de outros diagnósticos relacionados ao coração também.5

Algumas questões que podem impactar o coração não estão sob o seu controle, como o histórico familiar, por exemplo. Mas outros riscos podem ser evitados com algumas mudanças de hábitos. E a notícia boa é que essa atitude só depende de você!2

Então, que tal colocar as dicas abaixo em prática hoje mesmo?




Como dito anteriormente, esses cuidados podem ajudar a prevenir a insuficiência cardíaca e uma série de outras doenças relacionadas ao coração. E se você ainda tem dúvidas sobre a importância disso, tenha em mente que as questões cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo que pode ser evitada.5

O tratamento para insuficiência cardíaca, seja qual for o tipo identificado, vai ser descrito pelo médico especialista. Isso porque a orientação precisa levar em consideração todo o histórico do paciente, existência ou não de outras enfermidades e gravidade do caso.7

Geralmente, a prescrição envolve desde mudanças na rotina - como o consumo moderado de sal - até opções medicamentosas, intervenções cirúrgicas e implante de marca-passo.7

BR-32847. Material destinado a todos os públicos. Jun/2024.

 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. Coração. Disponível em: https://www.inf.ufsc.br/~j.barreto/Projetos/Luciana/aplicativo/coracao.html. Acesso em: 06 de jun 2024. 
2. HOSPITAL ALBERT EINSTEIN. Insuficiência Cardíaca. Disponível: https://www.einstein.br/doencas-sintomas/insuficiencia-cardiaca. Acesso em: 07 jun 2024.
3. NATIONAL LIBRARY OF MEDICINE. Distribuição Espacial de Mortalidade por Insuficiência Cardíaca no Brasil, 1996-2017. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC8959057/. Acesso em: 06 de jun 2024.
4. Machado, Gustavo Dalto Barroso; Santos, Cedália Rosane Campos dos; Canevese, Francesca Fiori; Willes, Jéssica; Medeiros, Ana Maria Brito. Insuficiência cardíaca com fração de ejeção preservada: fisiopatologia e manejo. 2015. ID: biblio-879710. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-879710. Acesso em: 07 jun 2024.
5. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Doenças cardiovasculares: principal causa de morte no mundo pode ser prevenida. Disponível em: https://www.gov.br/pt-br/noticias/saude-e-vigilancia-sanitaria/2022/09/doencas-cardiovasculares-principal-causa-de-morte-no-mundo-pode-ser-prevenida. Acesso em: 07 jun de 2024.
6. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Saúde do coração. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/saude-do-coracao/. Acesso em: 07 jun 2024.
7. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Tratamento de insuficiência cardíaca. Disponível em: https://www.gov.br/pt-br/servicos-estaduais/tratamento-de-insuficiencia-cardiaca-1. Acesso em: 07 jun 2024.

Entender

Você já teve um problema elétrico em casa e não fazia ideia do que o eletricista estava falando ou, talvez, foi ao mecânico e não soube explicar o que estava acontecendo com o seu carro?
Trazemos informações confiáveis e revisadas pelo nosso time médico sobre a sua saúde para você nunca se sentir assim quando chegar a um consultório e para que sua adaptação às mudanças de estilo de vida seja mais tranquila.

Veja todos

Cadastre-se e tenha acesso a nossos conteúdos especiais

Veja mais

Conteúdos Exclusivos

Ver todos

Vídeos e Podcasts

Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum. Stet clita kasd gubergren, no sea takimata sanctus est Lorem ipsum dolor sit amet.

Veja todos

Cadastre-se e tenha acesso a nossos conteúdos especiais

Veja mais

Conteúdos Exclusivos

Ver todos